(AFP/Tasso Marcelo)
ANÁLISE
A preocupação do governo brasileiro com a segurança de um jornalista norte-americano contrasta com um sombrio desempenho protegendo seus próprios jornalistas.

ANÁLISE
Vigilância, legislação restritiva na Internet e ciberataques obrigam o CPJ a adicionar o ciberespaço na lista de lugares com tendências na direção errada.

ANÁLISE
Os políticos dizem que não há cartéis do crime organizado no região metropolitana da capital. Jornalistas conhecem mais, mas eles têm medo de denunciar.
 
ANÁLISE
A incapacidade para resolver os assassinatos de jornalistas em Arauca alimenta uma atmosfera de hostilidade e intimidação para o mídia de lá.

ANÁLISE
Pedidos para que os jornalistas exercitem um senso de responsabilidade são muitas vezes o código de censura. No entanto, o jornalismo antiético também pode pôr a imprensa em perigo.

ANÁLISE
A capacidade dos governos para armazenar dados transacionais e o conteúdo das comunicações representa uma ameaça única para jornalismo na era digital.

ANÁLISE
O escopo da vigilância digital da Agência Nacional de Segurança levanta dúvidas sobre o compromisso dos EUA para a liberdade de expressão online.


página do país »

Argentina

152 Violações da Liberdade de Imprensa
página do país »

Brasil

10º lugar Posição no Índice de Impunidade
página do país »

Colômbia

Índice de impunidade

página do país »

Cuba

19 Forçados ao exílio
página do país »

Equador

174 Violações da Liberdade de Imprensa
página do país »

Estados
Unidos

5,223 Solicitações à Informação negadas

página do país »

Guatemala

67% assassinatos cometidos por funcionários
página do país »

Honduras

80% Impunidade no assassinato de jornalistas
página do país »

México

Classificação no Índice de Impunidade

página do país »

Peru

4 Agressões durante os protestos
página do país »

Venezuela

2 Diários penalizados

Os informes sobre os países neste capítulo foram pesquisados e redigidos por Sara Rafsky, pesquisadora associada do Programa das Américas do CPJ, com informações adicionais fornecidas por Carlos Lauría, Coordenador Sênior do Programa.






Ataques à Imprensa: Índice