México

2018

Notícias   |   México

Dois policiais mexicanos condenados por assassinato de Moisés Sánchez; supostos chefes ainda em liberdade

Um retrato de Moises Sánchez na casa de seu filho, em agosto de 2015. O jornalista de Veracruz, conhecido por sua cobertura crítica das autoridades locais, foi sequestrado e assassinado em janeiro de 2015. (AFP / Alfredo Estrella)

Cidade do México, 28 de março de 2018 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) saudou hoje a condenação de dois policiais do estado mexicano de Veracruz, que foram julgados por seu envolvimento no assassinato, em 2015, do jornalista Moisés Sánchez Cerezo. Os dois homens foram sentenciados a 25 anos de prisão em 23 de março, segundo um comunicado divulgado ontem pela Procuradoria Geral do Estado de Veracruz (FGE).

março 30, 2018 11:42 AM ET

Também disponível em
English

Notícias   |   México

Repórter mexicano é morto no estado de Veracruz

Ondas arrebentam no quebra-mar em Veracruz, México, em setembro de 2017. Veracruz é uma das áreas mais perigosas do Hemisfério Ocidental para os jornalistas, de acordo com a pesquisa do CPJ. (Reuters / Victor Yanez)

Cidade de Chihuahua, 23 de março de 2018 - As autoridades do Estado de Veracruz, no México, devem realizar uma investigação verossímil e completa sobre o assassinato do jornalista Leobardo Vázquez Atzin, informou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Vázquez foi morto a tiros por desconhecidos na noite de 21 de março no restaurante que possuía na cidade de Gutiérrez Zamora, aproximadamente a 320 quilômetros a leste da Cidade do México, de acordo com reportagens e informações fornecidas ao CPJ pelas autoridades estaduais de Veracruz.

março 23, 2018 9:16 AM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   México

Blogueira e satirista mexicana é morta no estado de Guerrero

A visão geral de uma praia vista em Acapulco, no México, em setembro de 2017. Dois agressores não identificados mataram, em 5 de fevereiro, Pamika Montenegro, jornalista, satirista e comentarista de mídia social, em seu restaurante em Acapulco. (Reuters / Troy Merida)

Cidade do México, 8 de fevereiro de 2018 - As autoridades do estado de Guerrero, no sul do México, devem empreender uma investigação exaustiva sobre o assassinato de Pamika Montenegro, jornalista, satirista e comentarista de redes sociais, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Dois agressores não identificados a mataram em 5 de fevereiro no restaurante que possuía na cidade balneária de Acapulco, de acordo com a imprensa.

fevereiro 12, 2018 12:11 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   México

Jornalista mexicano morto em Tamaulipas

Fotojornalista registra as imagens do repórter Cândido Rios, morto em Veracruz, durante manifestação contra seu assassinato realizada no prédio do Ministério do Interior na Cidade do México, México, em 24 de agosto de 2017. No ano passado, pelo menos seis repórteres foram assassinados no país em retaliação pelo seu trabalho, de acordo com a pesquisa do CPJ. (Reuters / Henry Romero)

Cidade do México, 16 de janeiro de 2018 - As autoridades do estado do Tamaulipas, no norte do México, devem empreender uma investigação séria e rápida sobre o assassinato do jornalista Carlos Domínguez Rodríguez, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). No dia 13 de janeiro, agressores desconhecidos mataram Domínguez Rodríguez enquanto ele dirigia para a cidade de Nuevo Laredo, perto da fronteira do Texas, de acordo com as informações da imprensa.

janeiro 17, 2018 2:01 PM ET

Também disponível em
English

Notícias   |   México

Jornalista mexicano atacado pela polícia no estado de Guerrero

Um ativista coloca um painel de fotos de jornalistas mortos no México durante uma manifestação contra o assassinato de jornalistas no México, fora do prédio da Promotoria Especial de Atenção aos Crimes contra a Liberdade de Expressão (FEADLE, sigla em espanhol) na Cidade do México, México, em 15 de junho de 2017. (Reuters/Edgard Garrido)

Cidade do México, 10 de janeiro de 2018 - Autoridades do estado mexicano de Guerrero devem investigar rigorosa e seriamente a alegada violência policial contra um repórter na cidade de La Concepción em sete de janeiro, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). De acordo com declarações que cinco jornalistas deram à mídia local após a suposta violência, policiais estaduais atacaram um jornalista que cobria os violentos confrontos entre policiais e soldados e membros de uma autodenominada força policial comunitária.

janeiro 16, 2018 7:12 PM ET

Também disponível em
English, Español

2018

páginas: 1 2 ou todos
« página anterior  
« 2017 | 2019 »