DECLARAÇÕES

Bolívia, DECLARAÇÕES

Meios de comunicação bolivianos atacados e ameaçados em meio à agitação após a renúncia do presidente Evo Morales

Um manifestante gesticula durante protesto em La Paz em 9 de novembro de 2019. Vários meios de comunicação foram atacados e ameaçados no fim de semana, após agitações que levaram à renúncia do presidente Evo Morales. (Reuters / Kai Pfaffenbach)

Nova York, 11 de novembro de 2019 - Vários meios informativos na Bolívia foram atacados ou ameaçados e pelo menos quatro tiveram que suspender temporariamente as transmissões no fim de semana, após semanas de incertezas e protestos pelas disputadas eleições de 20 de outubro que levaram o presidente Evo Morales a anunciar sua renúncia ontem.

novembro 12, 2019 11:10 AM ET

Também disponível em
English, Español

Brasil, DECLARAÇÕES

Presidente Bolsonaro ameaça revogar licença de transmissão da Globo

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro é visto em Brasília em 8 de outubro de 2019. Bolsonaro recentemente insultou e ameaçou a empresa de mídia Globo. (AP / Eraldo Peres)

Nova York, 30 de outubro de 2019 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) pediu hoje ao presidente brasileiro Jair Bolsonaro que se abstenha de insultar e ameaçar os meios de comunicação.

outubro 30, 2019 2:24 PM ET

Também disponível em
English

Cuba, DECLARAÇÕES

Jornalista independente detido no leste de Cuba

Cafeteria in Baracoa, Guantánamo. Força de segurança detiveram o jornalista de uma província de Cuba e confiscaram seu equipamento. (AFP/Yamil Lage)

Nova York, 23 de junho de 2017 - As autoridades cubanas devem liberar imediatamente o jornalista independente Manuel Alejandro León Velázquez e devolver seu equipamento, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). As forças de segurança do Estado e as autoridades do Ministério do Interior detiveram León Velázquez por volta das 16h00 de ontem, na província oriental de Guantánamo, de acordo com o seu site de notícias Diario de Cuba e o Instituto Cubano para a Liberdade de Expressão e de Imprensa.

junho 26, 2017 1:25 PM ET

Também disponível em
English, Español

DECLARAÇÕES , México

Repórter é ameaçado e tem parte da orelha cortada no estado mexicano de Quintana Roo

Manifestantes no México condenam a violência e o assassinato de jornalistas. No último ataque, um homem armado com uma faca cortou parte da orelha de um repórter no estado de Quintana Roo. (AFP / Hector Guerrero)

Cidade do México, 1º de junho de 2017 - As autoridades do estado mexicano de Quintana Roo devem empreender uma rápida investigação sobre o ataque ao jornalista Carlos Barrios, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Um homem não identificado ameaçou Barrios, que trabalha no site de notícias Aspectos, e cortou parte de sua orelha com uma faca, disse ao CPJ seu editor, Eduardo Rascón.

junho 2, 2017 12:38 PM ET

Também disponível em
English, Español

DECLARAÇÕES , Venezuela

Dois trabalhadores da mídia detidos na Venezuela

Um manifestante lança uma lata de gás lacrimogêneo de volta à polícia em Caracas, 2 de maio de 2017. (Reuters / Carlos Garcia Rawlins)

Bogotá, Colômbia, 2 de maio de 2017 - As autoridades venezuelanas devem liberar imediatamente Marcos Vergara e Deivis Valera, assistentes de produção da plataforma de mídia on-line VivoPlay, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Os dois foram levados sob custódia da Guarda Nacional venezuelana enquanto cobriam um protesto ontem à noite, de acordo com seu advogado.

DECLARAÇÕES , México

Jornalista mexicana morta a tiros em Chihuahua

Luz Maria Dávila, cujo filho foi morto por violência de gangues no estado de Chihuahua, tem um bilhete para assistir a uma missa celebrada pelo papa Francisco no estado, 11 de fevereiro de 2016. (Reuters/Jose Luis Gonzalez)

Nova York, 23 de março de 2017 - Miroslava Breach Velducea, correspondente do jornal La Jornada no estado de Chihuahua, no norte do país, foi assassinada esta manhã na capital do estado, que tem o mesmo nome.

março 24, 2017 4:10 PM ET

Também disponível em
English, Español

Tags:

Brasil, DECLARAÇÕES

Polícia busca dispositivos de blogueiro brasileiro em incursão matinal

São Paulo, 24 de março de 2017 - Uma busca policial na residência do blogueiro brasileiro Carlos Eduardo Cairo Guimarães e em dispositivos eletrônicos para descobrir as fontes de uma história que publicou foi uma violação alarmante do direito dos jornalistas de proteger suas fontes, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

março 24, 2017 3:38 PM ET

Também disponível em
English

Tags:

DECLARAÇÕES , México

Jornalista Ricardo Monlui Cabrera é assassinado no estado mexicano de Veracruz

O familiar de um dos homens que foram encontrados em uma cova clandestina no estado mexicano de Veracruz reza durante reunião em Palmas de Abajo, em 16 de março de 2017. O estado tem sido o epicentro da violência entre grupos do crime organizado. (Reuters/Carlos Jasso)

Cidade do México, 20 de março de 2017 - As autoridades mexicanas devem investigar exaustivamente e de maneira crível o homicídio do jornalista Ricardo Monlui Cabrera, declarou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Monlui foi assassinado a tiros na manhã de ontem no município de Yanga, no estado oriental de Veracruz, quando saía de um restaurante onde havia feito uma refeição com sua esposa e filho. Tinha 57 anos.

março 22, 2017 1:32 PM ET

Também disponível em
English, Español

Tags:

DECLARAÇÕES , Venezuela

CPJ insta a Venezuela a parar de obstruir o trabalho da imprensa estrangeira

São Paulo, 13 de fevereiro de 2017 - Dois jornalistas brasileiros que investigavam uma rede de corrupção continental foram presos no fim de semana, na Venezuela, de acordo com reportagens da imprensa. Separadamente, o presidente venezuelano Nicolas Maduro anunciou em um comício que queria que a CNN deixasse o país e acusou a rede de espalhar "notícias falsas", segundo informaram outros meios de comunicação.

março 6, 2017 12:11 PM ET

Também disponível em
English, Español

DECLARAÇÕES , República Dominicana

Dois jornalistas de rádio foram atingidos por tiros e morreram durante transmissão ao vivo na República Dominicana

Nova York, 15 de fevereiro de 2017 - As autoridades da República Dominicana devem evidenciar a motivação por trás do assassinato dos jornalistas de rádio Luis Manuel Medina e Leónidas Martínez e processar todos os responsáveis, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas. Os dois jornalistas de rádio foram assassinados ontem durante uma transmissão do Facebook Live na estação de rádio FM 103.5 localizada na cidade de San Pedro de Macorís, no sudeste da República Dominicana, de acordo com reportagens da imprensa.

março 6, 2017 12:06 PM ET

Também disponível em
English, Español

Tags:

Leia mais sobre DECLARAÇÕES »

Mídias sociais

Ver tudo »