Venezuela

DECLARAÇÕES, Venezuela

Maior jornal da Venezuela, El Nacional é a última baixa por restrições aos impressos

A copy of the last print edition of El Nacional, with a headline that reads 'El Nacional is a warrior and will keep on fighting,' on December 14. The daily is the latest Venezuelan publication forced to run online only because of limited access to newsprint. (AFP/Federico Parra)

Nova York, 17 de dezembro de 2018 - O maior jornal independente da Venezuela, o El Nacional, imprimiu sua última edição em 14 de dezembro, anunciou seu editor e proprietário Miguel Henrique Otero. Em uma entrevista publicada no jornal, Otero, que administra o diário do exílio autoimposto em Madri, disse que o El Nacional só estaria disponível online por causa das restrições impostas pelo governo ao acesso ao papel de jornal. O El Nacional, fundado em 1943, cobre política e reportou criticamente o governo do presidente Nicolás Maduro. O CPJ documentou como mais de 20 publicações venezuelanas deixaram de ser impressas devido a restrições do governo sobre o papel de jornal.

dezembro 18, 2018 1:46 PM ET

Também disponível em
English, Español

Relatórios   |   Brasil, China, Egypt, Etiópia, Iran, Myanmar, Rússia, Syria, Venezuela

Centenas de jornalistas presos em todo o mundo se torna a norma

O jornalista da Reuters, Kyaw Soe Oo, é levado algemado de um tribunal em Yangon em setembro. Ele e seu colega Wa Lone estão cumprindo penas de sete anos de prisão em Mianmar. (Reuters / Ann Wang)

Pelo terceiro ano consecutivo, 251 ou mais jornalistas estão presos em todo o mundo, sugerindo que a abordagem autoritária à cobertura crítica de notícias é mais do que um pico temporário. China, Egito e Arábia Saudita aprisionaram mais jornalistas do que no ano passado, e a Turquia continuou sendo o pior carcereiro do mundo. Um relatório especial do CPJ por Elana Beiser

dezembro 13, 2018 12:00 AM ET

Também disponível em
English, العربية, 中文, Français, Русский, Español, Türkçe

Notícias   |   Venezuela

CPJ alarmado com a detenção de repórter freelance alemão na Venezuela

O freelancer alemão Billy Six, retratado após sua libertação da detenção na Síria, em 2013. Six foi detido na Venezuela sob acusações que incluem espionagem. (AFP/Louai Beshara)

Miami, 29 de novembro de 2018 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) expressou hoje sua preocupação com a detenção na Venezuela do jornalista freelancer alemão Billy Six. Agentes da contraespionagem venezuelana detiveram Six no estado de Falcón, no noroeste do país, em 17 de novembro, segundo seus pais e reportagens da imprensa.

novembro 30, 2018 12:29 PM ET

Também disponível em
Español, English

Notícias   |   Venezuela

Fotógrafo freelancer venezuelano detido e enviado para prisão militar

As pessoas participam de um protesto de aposentados em Caracas, Venezuela, em 29 de agosto de 2018. Um fotógrafo freelancer venezuelano foi detido e enviado a uma prisão militar no final de agosto.  (Reuters/Marco Bello)

Nova York, 7 de setembro de 2018 - As autoridades venezuelanas devem liberar imediatamente e suspender todas as acusações contra o fotógrafo freelancer Jesus Medina Ezaine, afirmou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Um tribunal na capital Caracas, em 31 de agosto, ordenou que Medina fosse para a prisão militar; ele foi detido em 29 de agosto depois de trabalhar em um projeto de reportagem em um hospital e foi acusado de crimes que incluem incitação ao ódio, segundo os relatos da imprensa.

setembro 10, 2018 1:39 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Venezuela

Venezuela abre investigação sobre jornal independente

Em Caracas, um homem lê um jornal que alude à vitória do presidente reeleito Nicolas Maduro na eleição presidencial venezuelana de 21 de maio de 2018. O órgão regulador nacional de telecomunicações da Venezuela abriu uma investigação, em 22 de maio, sobre o conteúdo publicado no site do El Nacional, o maior jornal diário independente do país. (Luis Robayo/AFP)

Nova York, 24 maio de 2018 - O governo venezuelano deve interromper sua investigação sobre o site do principal jornal independente e permitir que publique livremente, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

maio 25, 2018 2:11 PM ET

Também disponível em
English, Español

DECLARAÇÕES, Venezuela

A nova lei "contra o ódio" da Venezuela busca silenciar a mídia

A Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela posa para uma foto oficial depois do juramento na Assembleia Nacional em Caracas, Venezuela, em 4 de agosto de 2017. A assembleia aprovou uma lei de grande alcance em 8 de novembro que restringe as emissoras, assim como as redes sociais. (AP/Ariana Cubillos)

Nova York, 9 de novembro de 2017 - A Assembleia Constituinte da Venezuela aprovou, por unanimidade, uma lei que que estabelece punições, incluindo pena de prisão de até 20 anos para quem instigar o ódio ou a violência no rádio, na televisão ou nas redes sociais. A nova lei, a Lei Contra o Ódio para a Tolerância e a Coexistência Pacífica, afirma que os meios de comunicação públicos e privados são "obrigados a transmitir mensagens destinadas a promover a paz, a tolerância, a igualdade e o respeito", de acordo com informações da imprensa.

novembro 10, 2017 3:20 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Venezuela

Jornalistas detidos, atacados e ameaçados em meio a agitação na Venezuela

Nova York, 31 de julho de 2017 - As autoridades venezuelanas devem parar de assediar jornalistas e censurar meios de comunicação em meio a agitação e protestos violentos no país, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Os jornalistas que cobriam a votação de ontem para eleger representantes para uma assembleia constituinte para reformar a Constituição venezuelana foram arbitrariamente detidos, atacados e ameaçados.

agosto 2, 2017 4:58 PM ET

Também disponível em
Español, English

DECLARAÇÕES, Venezuela

Tribunal multa site de notícias em 500 mil dólares por dano moral a político

Tela mostra o legislador venezuelano Diosdado Cabello em seu programa na emissora estatal VTV.

Bogotá, Colômbia, 2 de junho de 2017 - A decisão de um tribunal venezuelano que ordenou que um site de notícias pague o equivalente a meio milhão de dólares norte-americanos a título de danos por republicar um artigo, sobre um político, representa mais uma ameaça contra a liberdade de imprensa, afirmou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

junho 5, 2017 2:41 PM ET

Também disponível em
English, Español

DECLARAÇÕES , Venezuela

Dois trabalhadores da mídia detidos na Venezuela

Um manifestante lança uma lata de gás lacrimogêneo de volta à polícia em Caracas, 2 de maio de 2017. (Reuters / Carlos Garcia Rawlins)

Bogotá, Colômbia, 2 de maio de 2017 - As autoridades venezuelanas devem liberar imediatamente Marcos Vergara e Deivis Valera, assistentes de produção da plataforma de mídia on-line VivoPlay, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Os dois foram levados sob custódia da Guarda Nacional venezuelana enquanto cobriam um protesto ontem à noite, de acordo com seu advogado.

Notícias   |   Venezuela

Venezuela: Jornalistas cobrindo protestos são agredidos e atacados; sites são bloqueados

Um fotojornalista da Reuters corre enquanto efetivos da Guarda Nacional Bolivariana avançam durante um protesto em frente ao Tribunal Supremo de Justiça em Caracas, em 31 de março. Vários jornalistas foram feridos cobrindo os distúrbios. (AP/Ariana Cubillos)

Nova York, 12 de abril de 2017 - As autoridades venezuelanas devem garantir que os jornalistas possam cobrir os protestos com segurança, afirmou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Vários jornalistas foram detidos, agredidos ou tiveram seu equipamento confiscado enquanto cobriam os protestos que tiveram origem com a decisão do Tribunal Supremo de Justiça de despojar a Assembleia Nacional, dominada pela oposição política, de suas funções legislativas, segundo as informações da imprensa e organizações locais de liberdade de imprensa. O acesso a três sites noticiosos independentes que transmitiram sequências das manifestações continuam bloqueados na Venezuela, segundo informações.

abril 14, 2017 5:48 PM ET

Também disponível em
English, Español

Leia mais sobre Venezuela »

Mídias sociais

Ver tudo »