Nicarágua

DECLARAÇÕES, Nicarágua

O proeminente jornalista Chamorro foge da Nicarágua após ameaças, invasão de redação

O jornalista Carlos Fernando Chamorro fala durante uma entrevista à Reuters em Manágua, na Nicarágua, em 24 de dezembro de 2018. Em 20 de janeiro de 2019, Chamorro anunciou que havia fugido para a Costa Rica. (Reuters/Oswaldo Rivas)

Miami, 22 de janeiro de 2019 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) manifestou hoje sua preocupação pela notícia de que Carlos Fernando Chamorro, um dos jornalistas independentes mais relevantes da Nicarágua, escapou do país. Chamorro anunciou no Twitter em 20 de janeiro que fugiu para a Costa Rica devido a ameaças do governo do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega.

janeiro 24, 2019 1:19 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Nicarágua

Polícia da Nicarágua invade estação de notícias independente e prende dois jornalistas

Policiais do choque caminham em frente à estação noticiosa a cabo e internet 100% Noticias, em Manágua, em 22 de dezembro de 2018, um dia depois de a emissora ter sido invadida e fechada pela polícia nicaraguense. Dois jornalistas foram presos durante a incursão. (AFP / Maynor Valenzuela)

Nova York, 22 de dezembro de 2018 - A polícia nicaraguense entrou no escritório da 100% Notícias, estação privada de TV a cabo e internet em Manágua, ordenou que a emissora fosse retirada do ar e prendeu o diretor do canal, Miguel Mora, e a diretora de jornalismo Lucía Pineda Ubau, de acordo com as informações da imprensa. Em uma audiência judicial nesta manhã, as autoridades acusaram Mora de crimes como "incitação ao ódio e à violência", e lhe negaram o acesso a um advogado, segundo informes.

janeiro 9, 2019 2:18 PM ET

Também disponível em
English, Español

Tags:

Notícias   |   Nicarágua

Polícia da Nicarágua invade organização de notícias independente, leva equipamentos e documentos

Fotógrafo local faz um vídeo do escritório do jornalista Carlos Fernando Chamorro no dia seguinte à invasão pela polícia nacional em Manágua, na Nicarágua. (REUTERS/Oswaldo Rivas)

Bogotá, 14 de dezembro de 2018 - A polícia nicaraguense invadiu uma das poucas organizações independentes de notícias do país e retirou documentos, computadores e câmeras de TV, segundo o site de notícias Confidencial, que é um dos meios de comunicação afetados, e outras reportagens da imprensa.

dezembro 17, 2018 2:22 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Nicarágua

Polícia da Nicarágua invade rádio independente Darío

Equipe da Rádio Darío em seu estúdio temporário. Incendiários atearam fogo na sede da emissora em abril. (Shannon O'Reilly)

Port of Spain, Trinidad e Tobago, 6 de dezembro de 2018 - Autoridades nicaraguenses devem parar de assediar os meios de comunicação independentes e permitir que eles informem sem interferência, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

dezembro 7, 2018 3:19 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Nicarágua

Campanha de difamação on-line tem como alvo repórter freelance na Nicarágua

Pessoas protestam durante uma manifestação contra o governo do presidente da Nicarágua Daniel Ortega em Manágua, a capital, em 16 de setembro de 2018. Uma campanha de difamação on-line teve como alvo um repórter freelance na Nicarágua a partir de 16 de setembro (AFP / Inti Ocon)

Nova York, 25 de setembro de 2018 - As autoridades nicaraguenses devem investigar uma campanha de assédio on-line direcionada contra o jornalista freelancer Carl David Goette-Luciak, encontrar os responsáveis e garantir sua segurança, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

setembro 26, 2018 12:11 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Nicarágua

Nicarágua condena dois homens por assassinato de jornalista em julgamento criticado como injusto

Um memorial para o jornalista assassinado Angel Eduardo Gahona em Manágua, Nicarágua, em 26 de abril de 2018. Dois homens foram condenados em 27 de agosto pelo assassinato de Gahona, em um julgamento que foi criticado como injusto.  (Reuters/Oswaldo Rivas)

Bogotá, Colômbia, 29 de agosto de 2018 - Um tribunal da Nicarágua considerou, em 27 de agosto, dois homens culpados pelo assassinato do jornalista Ángel Eduardo Gahona em um julgamento que a viúva do jornalista, advogados de defesa e grupos de direitos humanos caracterizaram como falho. O CPJ pediu hoje às autoridades que conduzam uma investigação e um julgamento transparentes para garantir que os assassinos de Gahona sejam levados à justiça.

setembro 4, 2018 1:57 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Nicarágua

Governo nicaraguense lança campanha de assédio contra o Canal 10

Manifestantes antigovernamentais participam de uma manifestação contra o governo do presidente da Nicarágua Daniel Ortega em Manágua, Nicarágua, em 15 de agosto de 2018. Na semana seguinte, o governo nicaraguense lançou uma campanha de perseguição contra a emissora independente Canal 10. (Reuters/Oswaldo Rivas)

Bogotá, Colômbia, 24 de agosto de 2018 - O governo nicaraguense lançou uma campanha de intimidação contra a estação de TV independente Canal 10, que criticou o presidente Daniel Ortega por ordenar ataques letais contra manifestantes antigovernamentais nos últimos quatro meses, segundo as informações da imprensa.

agosto 27, 2018 3:55 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Nicarágua

Civis atacam e incendeiam estação de rádio pró-governo na Nicarágua

Manifestante dispara morteiro caseiro contra a polícia durante um protesto contra o governo do presidente Daniel Ortega, em Manágua, Nicarágua, em 28 de maio de 2018. No mesmo dia, civis atacaram e incendiaram uma estação de rádio pró-governo em Manágua. (Oswaldo Rivas / Reuters)

Bogotá, 30 de maio de 2018 - As autoridades nicaraguenses devem investigar o ataque a uma emissora de rádio pró-governo em Manágua, capital, responsabilizar os agressores e garantir que os jornalistas que cobrem os distúrbios no país possam trabalhar em segurança, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

maio 30, 2018 6:13 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Nicarágua

Jornalista morto enquanto cobria protestos no leste da Nicarágua

Um memorial em Manágua, na Nicarágua, para manifestantes mortos durante os protestos contra o plano do governo de reformar as aposentadorias. Pelo menos um jornalista foi morto enquanto cobria as manifestações, segundo as notícias. (Reuters / Jorge Cabrera)

Nova York, 24 de abril de 2018 - As autoridades nicaraguenses devem investigar a morte do jornalista Ángel Eduardo Gahona e garantir que os repórteres possam fazer seu trabalho sem medo de violência ou censura, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Gahona, diretor de um programa veiculado pela emissora de TV El Meridiano, foi morto a tiros no dia 21 de abril enquanto cobria os protestos contra reformas previdenciárias que deixaram pelo menos duas dúzias de pessoas mortas, incluindo policiais e manifestantes, segundo as informações da imprensa.

abril 25, 2018 12:50 PM ET

Também disponível em
English, Español

Leia mais sobre Nicarágua »

Mídias sociais

Ver tudo »