Cuba

2011

Notícias   |   Cuba

Cuba retira a credencial de veterano correspondente

Nova York, 07 de setembro de 2011 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas criticou a decisão do governo cubano de não renovar a credencial de imprensa mantida há 20 anos pelo veterano correspondente do jornal espanhol El País e da rede de rádio Cadena SER. Mauricio Vicent, cujo acesso a eventos oficiais foi restringido pelo governo no ano passado, está agora proibido de publicar reportagens desde Cuba, de acordo com o El País.

setembro 7, 2011 7:29 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Cuba

Cuba: Jornalistas de sites de notícias enfrentam prisão e intimidação durante Congresso do Partido Comunista

Nova York, 20 de abril de 2011 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) está alarmado com a série de prisões recentes de jornalistas do Centro de Información Hablemos Press, de Havana, que impediu o meio de comunicação de informar sobre o Congresso do Partido Comunista realizado esta semana na capital cubana. O CPJ instou o governo cubano a frear a constante perseguição a jornalistas independentes e a permitir que cumpram livremente seu trabalho informativo.

abril 20, 2011 6:53 PM ET

Notícias   |   Cuba

Terminando uma era obscura, Cuba liberta o último jornalista preso

Nova York, 8 de abril de 2011 - O governo cubano libertou na quinta-feira o último jornalista que permanecia em suas prisões, terminando assim um longo e obscuro período de oito anos no qual o país foi um dos maiores carcereiros de jornalistas do mundo, chegando a manter aprisionados durante uma época quase 30 repórteres e editores independentes. O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) expressou alívio hoje pela libertação de Albert Santiago Du Bouchet Hernández, um marco em uma intensa campanha internacional liderada pela Igreja Católica, o governo espanhol e organizações internacionais de imprensa e direitos humanos.

abril 8, 2011 5:55 PM ET

Notícias   |   Cuba

Libertado o último dos jornalistas detidos na Primavera Negra; um repórter continua preso

Nova York, 7 de março de 2011--O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) saúda a libertação do repórter independente Pedro Argüelles Morán, que saiu da prisão na sexta-feira, e insta as autoridades a eliminar todas as condições de sua libertação. Argüelles Morán foi o último dos 29 jornalistas presos durante a ofensiva governamental contra a dissidência a obter permissão para sair do cárcere em liberdade condicional. 

março 7, 2011 11:31 AM ET

Notícias   |   Cuba

Jornalista cubano em liberdade condicional; outros dois permanecem presos

Nova York, 22 de fevereiro de 2011 - Iván Hernández Carrillo, jornalista cubano preso em março de 2003, foi solto sob condicional no sábado e teve permissão para permanecer no país, elevando para 19 o número de repórteres e editores libertados após um acordo entre o presidente Raúl Castro e a Igreja Católica. O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) instou as autoridades cubanas a eliminar todas as condições para a liberação de Hernández Carrillo e a libertar os dois jornalistas que continuam encarcerados.

fevereiro 22, 2011 6:36 PM ET

Ataques contra a imprensa   |   Argentina, Brasil, Colombia, Cuba, Equador, Estados Unidos, Haiti, Honduras, México, Venezuela

Ataques à Imprensa em 2010: Análise Américas

Na América Latina, a volta da censura

O jornal venezuelano El Nacional deixa espaço em branco para uma imagem que o governo não permitiria. (Reuters/Jorge Silva)

Por Carlos Lauría

Como uma ilustre família de políticos no Estado do Maranhão no poder há mais de 40 anos, os Sarney estão acostumados a chegar a onde querem na vida pública brasileira. Assim, quando em junho de 2009 O Estado de S. Paulo, um dos principais jornais de circulação nacional, publicou denúncias que ligavam José Sarney, então presidente do Senado e ex-presidente do país, ao nepotismo e à corrupção, o clã político não ficou de braços cruzados. Os Sarney recorreram a um juiz em Brasília e conseguiram uma liminar contra O Estado, proibindo o jornal de publicar outras reportagens sobre as alegações. Dezoito meses depois, ao fim de 2010, a proibição continuava em vigor, apesar de críticas nacionais e internacionais.

fevereiro 15, 2011 12:54 AM ET

Também disponível em
English, Español

Ataques contra a imprensa   |   Cuba

Ataques à Imprensa em 2010: Cuba

Principais Acontecimentos
• Cuba faz concessões em relação aos presos políticos e liberta 17 jornalistas. Quatro ainda estão presos.
• No exílio, jornalistas libertados enfrentam dificuldades econômicas e profissionais.

Estatística em Destaque
45: é o número de poemas que o jornalista e ex-preso político Ricardo Gonzalez Alfonso escreveu e vazou da prisão.


Depois de anos de intensas campanhas e diplomacia internacional, 17 jornalistas independentes detidos durante a investida do governo contra a dissidência em 2003, conhecida como Primavera Negra, foram finalmente libertados de sua prisão injusta e desumana. A Igreja Católica, com participação de funcionários do governo espanhol, fechou um acordo em julho com o governo do Presidente Raúl Castro Ruz para a libertação das 52 pessoas que ainda permaneciam presas sete anos após a repressão em massa contra a dissidência política e o jornalismo independente. O acordo, como esboçado pela Igreja, requeria a libertação de todos os detidos na Primavera Negra em um prazo de quatro meses, mas três jornalistas e vários outros dissidentes, aparentemente hesitantes quanto à insistência de Cuba para que deixassem o país em troca da liberdade, permaneciam na prisão no final do ano. Um quarto jornalista, preso em 2009, também permanecia detido.

fevereiro 15, 2011 12:39 AM ET

Notícias   |   Cuba

Jornalista cubano libertado sob condicional permanece no país

Nova York, 14 de fevereiro de 2011 - O Comitê para Proteção dos Jornalistas (CPJ) instou hoje as autoridades cubanas a eliminar todas as condições para a libertação do jornalista Héctor Maseda Gutiérrez, que foi liberado sob condicional no sábado. Maseda Gutiérrez é membro fundador da agência de notícias independente Grupo de Trabajo Decoro e foi laureado com o Prêmio à Liberdade de Imprensa do CPJ, em 2008.

fevereiro 14, 2011 4:51 PM ET
« 2010 | 2012 »