Américas

2011

Ataques contra a imprensa   |   Venezuela

Ataques à Imprensa em 2010: Venezuela

Principais Acontecimentos
• Cresce a censura: RCTV novamente interditada, jornais impedidos de usar fotos de crimes.
• Novos regulamentos restringem conteúdo online, e estreitam o controle sobre licenças de radiodifusão.

Estatística em Destaque
1.300: horas de discursos presidenciais foram transmitidas entre 1999 e 2010.


Lançando mão de todas as ferramentas à disposição do poder, o presidente Hugo Chávez Frías deu continuidade à sua campanha agressiva para silenciar a imprensa crítica. Nos últimos dias do mandato da Assembleia Nacional, o governo de Chávez fez valer medidas para restringir o conteúdo divulgado na Internet e estreitar o controle sobre as licenças de radiodifusão. Contando com tribunais politizados, o governo impediu que dois jornais de grande circulação publicassem fotos da criminalidade e da violência no período que antecedeu as eleições legislativas em setembro. E, por meio de uma série de medidas regulatórias politicamente motivadas, o governo intimidou uma emissora crítica, a Globovisión, e tirou a RCTV Internacional do ar.

fevereiro 15, 2011 12:05 AM ET

Notícias   |   Cuba

Jornalista cubano libertado sob condicional permanece no país

Nova York, 14 de fevereiro de 2011 - O Comitê para Proteção dos Jornalistas (CPJ) instou hoje as autoridades cubanas a eliminar todas as condições para a libertação do jornalista Héctor Maseda Gutiérrez, que foi liberado sob condicional no sábado. Maseda Gutiérrez é membro fundador da agência de notícias independente Grupo de Trabajo Decoro e foi laureado com o Prêmio à Liberdade de Imprensa do CPJ, em 2008.

fevereiro 14, 2011 4:51 PM ET

Notícias   |   Guatemala

Repórter Guatemalteco ameaçado após investigar corrupção

Nova York, 9 de fevereiro de 2011 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) está preocupado com a segurança do jornalista Oscar de León, que recebeu várias ameaças de morte e teve a sua van atingida por disparos no município de Quetzaltenango, segundo informações da imprensa e entrevistas do CPJ. León, correspondente da emissora privada de televisão de alcance nacional Guatevisión, disse que recebeu ameaças depois de ter investigado um caso de suposta corrupção policial.

fevereiro 9, 2011 6:47 PM ET

2011

páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 ou todos
« página anterior  
« 2010 | 2012 »