Notícias   |   México

Repórter mexicana reaparece e está sob a proteção do governo

Também disponível em English, Español

Nova York, 22 de junho de 2012 -  A repórter policial Stephania Cardoso, que estava  desaparecida desde 8 de junho com seu filho, está agora sob a proteção do governo federal, afirmou uma funcionária mexicana ao CPJ.

Cardoso, repórter do jornal Zócalo de Saltillo, no estado de Coahuila, norte do país, e seu filho de dois anos estão sob a proteção do governo federal. O local não foi divulgado por razões de segurança, disse ao CPJ a promotora especial para crimes contra a liberdade de expressão da Procuradoria Geral da República, Laura Angelina Borbolla. Ela informou também que Cardoso havia sido supostamente ameaçada por um grupo criminoso, mas não quis comentar os possíveis motivos.

O desaparecimento de Cardoso foi denunciado por sua mãe há duas semanas, informou ao CPJ o subdiretor do Zócalo, Luis Mendoza. Ele afirmou ao CPJ que Cardoso cobria crimes para o jornal há dois anos e meio. Uma revisão do CPJ sobre as reportagens recentes de Cardoso apurou que abordavam pequenos crimes e acidentes de trânsito.

Cardoso e seu filho estão em bom estado de saúde, disse Borbolla. Acrescentou que as autoridades federais estão investigando as ameaças.

"Estamos aliviados pelo fato de Stephania Cardoso e seu filho estarem sãos e salvos", declarou Caros Lauría, coordenador sênior do programa das Américas do CPJ "Instamos as autoridades federais mexicanas a garantir que Cardoso possa continuar com seu trabalho sem temor de intimidação".

A violência do narcotráfico converteu o México em um dos países mais perigosos para a imprensa, segundo a pesquisa do CPJ. Desde 2007, mais de 45 jornalistas foram assassinados ou estão desaparecidos, apurou o CPJ.

Publicado

Gostou deste artigo? Apóie nosso trabalho