Notícias   |   Brasil

A casa de jornalista crítico é incendiada na região Amazônica

Nova York, 24 de julho de 2008--Indivíduos não identificados atearam fogo na residência do jornalista Jeso Carneiro na madrugada do último domingo na cidade de Santarém, na região norte do país. Ninguém ficou ferido, mas a residência sofreu danos consideráveis. O Comitê para a Proteção dos Jornalistas pede às autoridades brasileiras que investiguem o ataque e proporcionem a necessária proteção para que Carneiro possa continuar trabalhando sem receio de represálias.

Por volta das duas e meia da manhã de domingo, dois indivíduos não identificados em uma moto Bros de cor preta deram várias voltas pelo local antes de pararem em frente à casa de Carneiro, conforme informaram testemunhas ao site de notícias Portal Na Hora. Uma câmara de segurança no interior da casa do jornalista gravou um dos homens descendo da motocicleta e derramando um líquido na parte frontal e no telhado da casa e, em seguida, ateando fogo, de acordo com informações da imprensa local. De acordo com o Portal Na Hora, testemunhas disseram que um dos incendiários foi atingido pelo fogo antes de fugir com o outro homem na motocicleta.

Carneiro, repórter do semanário Gazeta de Santarém, autor do blog Jeso Carneiro e apresentador de um programa diário de entrevistas sobre política chamado "Opinião" na TV Bandeirantes, disse ao CPJ acreditar que a motivação do ataque foi sua cobertura crítica sobre políticos locais. Ele disse que não poderia apontar uma história específica que pudesse ter provocado o ataque.

"Nós ficamos alarmados pelo incêndio criminoso contra a residência de Carneiro, que poderia ter provocado vítimas fatais" disse o Coordenador Sênior do Programa das Américas do CPJ, Carlos Lauría. "As autoridades brasileiras devem investigar imediatamente este ataque e proporcionar a proteção ao jornalista conforme solicitado por ele, para garantir que ele possa continuar trabalhando".

Carneiro disse ao CPJ que ele não estava em casa na hora do ataque. Sua sogra, de 81 anos, e sua filha estavam em casa, informou Carneiro. Elas não ficaram seriamente feridas. Carneiro contou que vizinhos conseguiram apagar o fogo e chamar a polícia. A frente da casa ficou bastante danificada.

Os investigadores encontraram um galão de diesel, um isqueiro e um par de tênis  na cena do crime, disse Carneiro ao CPJ. A polícia também recolheu a fita de segurança como parte da investigação. As autoridades não divulgaram nenhuma informação adicional sobre o ataque.

Publicado

Gostou deste artigo? Apóie nosso trabalho